Dicas de uso

 

Os relógios estão cada dia mais se firmando como um acessório de moda. No entanto, não deixam de serem equipamentos eletrônicos sensíveis e por isso, alguns cuidados especiais são necessários para uma maior durabilidade do produto. É muito importante a leitura tanto do manual de instruções quanto da garantia do seu relógio, pois cada modelo pode possuir algumas indicações de uso específicas. Abaixo algumas dicas.

Cuidando do seu relógio

Água: sem dúvida esse é um dos maiores riscos que seu relógio corre durante o uso. Assim, sempre que possível retire-o do pulso para o uso na água. Mesmo sendo um relógio a prova d´agua, caso o uso não seja necessário, não é indicado. Nunca aperte qualquer tipo de botão ou acione qualquer função do seu relógio na água, nem ao menos com ele ou suas mãos molhadas. Quando acionamos os botões, por exemplo, todo o sistema comum de vedação do relógio fica inválido e a água possui caminho livre para entrar. Além disso, alguns materiais, como pedras, couro, brilhos... Tendem a não suportar o contato intenso com a água. Assim, segue a primeira dica, se não for necessário o uso do seu relógio na água, mesmo ele sendo a prova d´agua, não recomendamos.

Produtos químicos: Nunca lave o seu relógio com qualquer produto químico. Esqueça qualquer tipo de polimento, abrasivos ou qualquer substância de limpeza. Relógios são sensíveis e não foram desenvolvidos para esse fim. Utilize apenas um pano umedecido com água para efetuar essa limpeza quando necessário, sempre tomando cuidado com partes sensíveis do seu modelo.

Bateria: Relógios movidos à bateria tem uma carga finita. Assim, dependendo do uso, essa bateria pode durar alguns meses ou vários anos. Por isso, recomendamos o uso com parcimônia das funções dos relógios, pois elas são as maiores vilãs no consumo dessa bateria. Sempre consulte o manual do produto para identificar e conhecer todas as funções. É comum uma pessoa deixar, por exemplo, a função cronógrafa do seu relógio ativa por engano. Nesses casos, sua bateria irá consumir de forma exagerada e a vida útil estará completamente comprometida.

Reparos: Nunca leve o seu relógio para efetuar reparo fora da rede de assistência técnica da marca. Somente o fabricante possui conhecimento técnico completo do funcionamento do seu produto.

Danos físicos: Um relógio pode aparentar bastante robustez em seu design, mas por dentro ele continua sendo composto por uma máquina sensível e detalhada. No caso de uma queda, por exemplo, a parte externa pode até não sofrer nenhum dano, mas o risco maior fica com a máquina. Quedas normalmente danificam o seu funcionamento. Por isso, sempre que for executar uma atividade com risco, é extremamente aconselhável não fazê-la portando o seu relógio. E se por acaso ocorrer algum tipo de acidente, não esqueça, leve-o sempre na rede de assistência autorizada da marca.

Armazenamento: Sempre que for ficar um período muito longo sem usar o relógio é aconselhável que ele seja acomodado em sua caixinha. Por isso as embalagens de relógio normalmente são bem bonitinhas e de material durável. Justamente para acompanhar a vida do produto. Assim, não deixe o seu relógio solto numa gaveta ou em cima de algum balcão. Caso não vá utilizá-lo, guarde-o.

Newsletter
CADASTRE-SE E RECEBA OFERTAS EXCLUSIVAS: